- Notícias

Crise agrava, tempo de entrega de correspondências extrapola e parlamentar busca solução para Rio Claro

Situação preocupante que agrava-se com o passar do tempo. Desta forma, Hernani Leonhardt (PMDB) resume a precariedade do serviço prestado pelo Correios no que diz respeito a entrega de correspondências em Rio Claro.

O vereador percorreu vários bairros e a partir deste trabalho constatou, na prática, os transtornos que a crise neste setor causa à comunidade. Em algumas localidades, cita o parlamentar, o atraso nas entregas já atinge a marca de 90 dias. Em outras, salienta, o quadro é caótica já que o serviço sequer existe.

“O Correios atribui o problema a falta de funcionários devido a problemas internos. Mas, a população não pode ser prejudicada e arcar com as conseqüências”, cita Hernani referindo-se ao atraso na entrega dos boletos de cobrança bancária. “Quem deve arcar com os juros destas contas?” indaga o vereador autor de requerimentos que tratam do assunto.

Como providências, Hernani Leonhardt encaminhou cópias de requerimentos para o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria e também para o deputado federal Nelson Marquezelli (PTB) onde solicita intervenções na esfera política para que a situação possa ser resolvida.

“É inadmissível que os atrasos na entrega de correspondência sejam tão freqüentes. Alguns bairros da cidade, como o Cidade Jardim, estão há mais de 90 dias sem receber nada dos Correios”, enfatiza o vereador. “A população não pode sofrer as conseqüências. Idosos, por exemplo, possuem dificuldades para retirar as correspondências direto nas agências”, finaliza o parlamentar.