- Meio ambiente, Notícias

Em posse, Promotoria destaca a importância do Conselho Consultivo para avanços na Feena

A posse do Conselho Consultivo da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, a Feena, ocorreu na manhã da última sexta-feira, 8/6, nas dependências da área verde. Representantes do Ministério Público, os promotores Gilberto Porto, da Comarca de Rio Claro, e Alexandra Facciolli Martins do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema) prestigiaram a solenidade.

Posse do Conselho Consultivo da Fenna foi realizada na manhã da última sexta-feira, 8/6

Na oportunidade, a promotoria externou o trabalho desenvolvido há anos, em prol conservação ambiental, que resultou no investimento de cerca de R$ 8 milhões na Feena através das assinaturas de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC). “Ainda há muito o que se fazer nesta floresta. Estamos diante de um quadro difícil decorrente do quadro de abandono e irregularidades que se arrastaram por três décadas”, disse Alexandra.

Gilberto Porto parabenizou os novos integrantes e detalhou que a Promotoria defendeu que o novo conselho pudesse ter número igual de representantes do poder público e sociedade civil. “Desta forma, as decisões se tornam mais democráticas”, sinalizou.

Gestor da Feena, José Renato dos Santos e o gerente Interior Centro-Norte da Fundação Florestal Carlos Eduardo Beduschi integram o conselho juntamente com: Sérgio Ricardo Cristofoleti e Denise Zancheta, do Instituto Florestal; Fernanda Peruchi, da coordenadoria de Biodiversidade e Recursos Naturais; José Alberto Sarcinelli, da Coordenadoria de Fiscalização Ambiental José Alberto Sarcinelli; Cláudio Von Zuben e Marina Corrêa Cortes, representantes da Unesp; Secretários municipais Ronald Teixeira Penteado (Setur) e Ricardo Gobbi (Meio Ambiente), Prefeitura de Rio Claro; Julinho Lopes e Geraldo Luís de Moraes, Câmara de Rio Claro; José Carlos Geraci e Lúcia Aparecida Thiele, da ONG Miraterra; Suelen Fernanda Vanin e Silze Carla Vanin Roval, UDAM; Silvia Turolla Garcia e Maria Cristina Schmidt Guarnieri, União Protetora dos Animais de Rio Claro; Alexandre Carrile e Carol Manzoli Palma, OAB-Rio Claro; Sérgio Luiz Marola e João Luiz Zaine, Ciesp; Ricardo José Schmidt e João Primo Baraldi, entidades de classe.

O mandato do novo conselho será por dois anos grupo que tem como principal objetivo apoiar a gestão da Feena. Em sua fala, José Renato detalhou que no ano passado foram implantados 160 quilômetros de aceiros, inativos por mais de 20 anos, trabalho que facilitou a circulação no interior da floresta. “Os aceiros fortaleceram as nossas ações no que diz respeito a fiscalização contra caça, com apreensões de armadilhas, e combate a incêndios”, disse o gestor ao frisar que a área verde recebe em média 2,5 mil pessoas por final de semana.

Na parte final da reunião, José Renato detalhou as ações em fase de execução ou que constam na programação da Feena oriundas dos TACs. Programa de implantação de comunicação visual com placas informativas, preservação de documentos históricos, reforma do teto do Solar Edmundo Navarro de Andrade, limpeza do talhão localizado na Trilha da Coleção, regularização da trilha de ciclismo, implantação de sistema de videomonitoramento, formação da Guarda Civil Municipal Ambiental, aquisição de equipamentos de combate a incêndios,criação do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, restauração da Trilha dos Colecionadores foram enumerados pelo gestor. As reformas do prédio onde hoje funciona a administração da floresta e das pontes do Ribeirão Claro e do Córrego Santo Antônio também foram relatadas com a apresentação de imagens.

No encerramento do evento, o advogado Alexandre Carrile, da Comissão de Meio Ambiente da OAB, destacou a atenção da Prefeitura Municipal, através do secretário Ronald Penteado, para que a Feena possa se tornar um atrativo turístico projetando Rio Claro em todo o Estado.