- Homenagem, Notícias

Entrega de título de Cidadania traz deputados da família Macris a Rio Claro

“Tem um ditado popular que diz: filho de peixe, peixinho é”. Com esta frase o vereador Paulo Guedes (PSDB) resumiu a trajetória de luta e realizações dos deputados Vanderlei e seu filho Cauê Macris na solenidade para entrega dos títulos de Cidadãos Rio-Clarenses entregues na noite da última sexta-feira, 22/6.

Cauê Macris, Paulo Guedes e Vanderlei Macris na solenidade no Plenário da Câmara

Além de Paulo Guedes, que presidiu a solenidade, a Mesa Principal contou com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, o ex-prefeito Kal Machado e o presidente do PSDB Rio Claro João Walter Marcondes. Na Tribuna de Honra estiveram presentes: o secretário municipal de Saúde Djair Francisco, ex-presidente da Câmara Manoel José Silva, Guilherme Pfeifer que também integra o quadro do PSDB local e o delegado assistente da Seccional de Rio Claro Paulo Henrique Nabuco.

“É o momento de reconhecer aqueles que muito fazem por Rio Claro”, disse Juninho da Padaria. “A minha fala é de gratidão aos deputados que contribuíram em diversas áreas, entre elas a de pavimentação asfáltica”, completou o prefeito.

Autor do Decreto Legislativo que estabeleceu as homenagens, Paulo Guedes retratou os Macris como exemplos da boa política. De acordo com o vereador, Rio Claro recebeu recursos da União, via emendas do deputado federal Vanderlei Macris, para realizar obras de pavimentação e recapeamento asfáltico. “Recursos também foram liberados para investimentos na Saúde e o deputado teve participação no governo paulista para a liberação de recursos à construção de novas creches”, pontuou Paulo Guedes ao entregar o título.

Com relação ao presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, a Alesp, Cauê Macris, o autor da homenagem citou o trabalho sério desenvolvido desde a época que era vereador em Americana até desempenho como deputado estadual.

“Autor da primeira lei do país que proíbe o uso de tabaco em locais públicos”, citou o Paulo Guedes ao recordar a atuação de Cauê como vereador que projetou Americana para todo o Estado de São Paulo. “Como presidente, criou o aplicativo Fiscaliza Cidadão que permite ao cidadão acesso às informações da Alesp a palma da mão”, acrescentou.

Em sua fala, Vanderlei Macris definiu o título recebido como honroso. “Ser adotado por esta cidade é um privilégio”, disse o deputado ao definir a Cidadania. “Me traz mais responsabilidade e sinaliza para ampliação dos trabalhos. Desta forma, a cidade vai poder se sentir representada pelo mandato que exerço em Brasília”, enfatizou.

Ao agradecer o título de Cidadania, Cauê Macris fez discurso sobre a necessidade do político se reciclar devido às mudanças tecnológicas dos últimos 20 anos. Ele observou que há duas décadas o cidadão era informado por jornais, rádios ou programas de televisão.

“Tudo isso mudou. Hoje, qualquer pessoa tem informações on line de todo o mundo através dos smartphones. A velocidade da informação mudou a forma como as pessoas enxergam a vida bem como as expectativas que têm dos gestores públicos e demais políticos”, alertou o presidente da Alesp.

Para Cauê é preciso cortar regalias e privilégios dos homens públicos. “Não há mais espaço para isso”, afirmou o deputado estadual ao completar dizendo que o homem público tem de ter acesso apenas a instrumentos de trabalho. “Esse título aumenta a minha responsabilidade com Rio Claro”, finalizou.