- Notícias, Segurança

Reunião traça ações contra o cerol e implantação dos bolsões de motociclistas

Na última quarta-feira (18), uma reunião entre o vereador Val Demarchi (DEM) e os representantes de Moto Clubes, Moto Grupos e Motoboys de Rio Claro, tratou da questão do cerol e da implantação dos bolsões para motociclistas em semáforos da cidade.
Na ocasião, além de solicitar uma vez mais a implantação da faixa de retenção e recuo exclusiva para motocicletas nas vias dotadas de semáforos, os chamados bolsões, criado através do Projeto de Lei 213/2017 de autoria de Val Demarchi, o grupo também pediu fiscalização com maior rigor nos comércios e nos locais onde há utilização do cerol ou linha chilena, já que existem leis que coíbem o comércio e o uso destes materiais.
O encontro também marcou o início de campanhas educativas contra o uso destas linhas. Para o presidente da Associação dos Motoboys em Rio Claro, Rogério Leite, um dos que participaram da reunião, é importante que “essas campanhas devem ser levadas às escolas municipais, para que as crianças se conscientizem do perigo desta prática”, salientou.
E as ações de conscientização já tiveram início. No sábado (21), a festa “Kids” promovida pela Prefeitura Municipal e realizada na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade (FEENA), foi palco do início da campanha “A pipa é legal. O cerol não!”, onde foram distribuídas pipas e folhetos educativos para crianças e adultos.
Val Demarchi comemora a iniciativa, mas lembra que o caminho é longo e cita como exemplo a apreensão realizada na segunda-feira (24), por guardas municipais, de dezoito latas grandes e quatro latas pequenas de linhas com cerol. “O trabalho contra o uso destas linhas, que podem ocasionar ferimentos graves e até a morte, deve ser constante e em diversas frentes”, concluiu o vereador.