- Meio ambiente, Notícias

Aprovado pela Câmara, projeto fortalece ações desenvolvidas na área de reciclagem

A reciclagem de materiais diversos, hoje em dia, além de contribuir com a preservação do Meio Ambiente em muitos casos se apresenta como fonte única ou principal de renda para muitas famílias. Atento à esta realidade, Ney Paiva (DEM) apresentou o Projeto 137/2018 o qual foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal na sessão ordinária realizada na última segunda-feira, 29/10.

O texto dispõe sobre a obrigatoriedade dos organizadores de eventos privados, inclusive em espaços públicos, realizarem os serviços de coleta seletiva dos resíduos sólidos secos gerados pela comercialização de produtos. Estes materiais devem ser destinados às cooperativas e ou associações de catadores de recicláveis legalmente estabelecidas no município de Rio Claro.

“Precisamos contribuir com as pessoas que trabalham diariamente com materiais recicláveis. Elas prestam serviço importante para o município em vários aspectos”, sinaliza o vereador ao alertar a maioria dos materiais produzidos em eventos vai parar no aterro sanitário embalado em sacos com lixos orgânicos. “É neste ponto que o projeto se mostra necessário”, acrescentou o parlamentar ao pontuar que além de reforçar as ações ambientais, a proposta também possibilitará a redução do volume de materiais que são enviados para o aterro.

O projeto esclarece, ainda, que entende-se por resíduos sólidos secos: latinhas, lacre de latinhas, garrafas pet, tampinhas de garrafas, copos e materiais plásticos, ferros, cobre, metais, eletrônicos, papéis, papelões, vidros, dentre outros materiais que possam ser reciclados. “Agradeço os parlamentares que entenderam a importância e com isso aprovaram a projeto em segunda discussão”, finaliza Ney Paiva.