- Audiência Pública, Notícias

Secretário municipal de Finanças detalha Orçamento 2019

A Comissão de Finanças da Câmara Municipal, presidida por Rogério Guedes (PSB), realizou a primeira audiência pública para discutir o Projeto de Lei 196/2018 que trata do Orçamento da Prefeitura de Rio Claro para o exercício 2019.

Vereadores que também integram a Comissão de Finanças Ney Paiva (DEM) e Maria do Carmo Guilherme (MDB) acompanharam os trabalhos ao lado dos parlamentares: presidente do Legislativo local André Godoy (DEM), Val Demarchi (DEM), Carol Gomes (PSDB), Geraldo Voluntário (DEM), Julinho Lopes (Progressistas) e Hernani Leonhardt (MDB). Os demais vereadores foram representados por seus assessores.

Na parte inicial da audiência pública, o secretário municipal de Economia e Finanças Gilmar Dietrich apresentou os números do Orçamento 2019 onde consta a previsão de despesas de R$ 908,5 milhões valor que inclui a Prefeitura de Rio Claro, Câmara Municipal, Fundação Municipal de Saúde (FMS), Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), Arquivo Público e Histórico do Município, Fundação Ulysses Guimarães e Instituto de Previdência Rio Claro, o IPRC.

Encerrada a explanação, vereadores, imprensa e público questionaram o secretario Dietrich sobre os seguintes assuntos: dívida da Prefeitura de Rio Claro com o IPRC; previsão de receita do município no próximo ano com a Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (CIP); reserva orçamentária para a Fundação Ulysses Guimarães; reserva orçamentária para investimentos em infraestrutura incluindo recursos para investimentos no reparo asfáltico e questões relacionadas à folha de pagamento desde a aproximação do índice do limite prudencial até os gastos da Prefeitura com horas extras.

A segunda audiência pública para discussão do Orçamento 2019 está marcada para quarta-feira, 14/11, a partir das 14 horas, no Plenário do Legislativo.

Confira a galeria: