- Ação Parlamentar, Notícias, Segurança

Cabo Seron entrega demandas de RC na área da segurança para senador eleito

Expoente na área de segurança pública do novo governo federal, que vai tomar posse no próximo ano, senador eleito Major Olímpio (PSL) esteve reunido com comitiva de Rio Claro na última quarta-feira, 7/11, nas dependências do Congresso Nacional, em Brasília.

Comitiva de Rio Claro coordenada pelo Cabo Seron no encontro com o senador eleito Major Olímpio

Vereador Cabo Seron (DEM), Coronel PM Orlando Tomasella, Coronel PM Félix Tomasella , diretor da Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimentos (Aspacer) Luís Fernando Quilici e o assessor parlamentar Fred Martins participaram do encontro.

Entre os principais temas abordados, detalha Seron, destaques para a valorização dos policiais e a construção da sede própria para abrigar o 37º Batalhão de Polícia Militar do Interior. “Policiais militares, civis e municipais respondem pela segurança da população. São eles que diariamente deixam suas casas, seus familiares para defender a comunidade. Precisam de atenção especial depois de tantos anos de abandono”, disse o parlamentar de Rio Claro ao senador eleito.

Com relação à construção da sede própria do 37º BPM/I, que hoje funciona às margens da Rodovia Washington Luiz, Seron confirmou que a administração municipal já deu sinal verde para a doação da área onde a obra deverá ser executada. “O nosso batalhão tem de funcionar em local próprio e melhor localizado”, enfatizou o vereador.

Na área de geração de empregos, o Major Olímpio recebeu a informação sobre a importância das matrizes energéticas para o setor cerâmico da região como o gás natural, combustível de suma relevância no processo industrial e vital para continuidade das atividades no setor. “É preciso desburocratizar o setor para fomentar maiores investimentos”, argumentou o parlamentar.

Qüilici, representante dos setores minerário e cerâmico, destacou a confiança na política econômica e industrial do novo governo com vista a novos investimentos que vão desembocar na geração de empregos. Para tanto, avalia o diretor da Aspacer, é preciso “reverter a realidade brasileira recente que mostra um avanço assustador da burocracia fator que mina as potencialidades de desenvolvimento da região de Rio Claro bem como de todo o país”.

Para Major Olímpio, a reunião foi positiva por possibilitar conhecimento das demandas de Rio Claro e região não só na área de segurança pública bem como do setor cerâmico responsável por empregos de milhares de trabalhadores.