- Notícias, Saúde

Avanço dos casos de dengue eleva discussão para outro patamar em RC

“É preciso unir forças, ter consciência coletiva e tomar providências imediatas”. Com essa frase, Maria do Carmo Guilherme (MDB) faz alerta no município quanto ao avanço dos casos de dengue. A vereadora observa que a situação requer atenção especial de todos. De acordo com ela, não adianta equipes da Zoonose providenciarem as remoções diárias de lixos se as pessoas não cessarem o descarte irregular.

Maria do Carmo defende limpeza de prédios abandonados, como por exemplo os da antiga Unesp na Rua 11

“O quadro tornou-se grave, novamente, em nossa cidade. Prontos socorros de unidades públicas e hospitais particulares, as UPAs estão lotados com pessoas que apresentam sintomas de dengue”, afirma a vereadora ao frisar que há cidades onde a epidemia já é triste realidade. “Bauru está com mais de 13 mil casos, Araraquara com 8 mil. Os gestores públicos precisam unir forças e adotar medidas que despertem nas pessoas a necessidade de prevenção”, pontua a parlamentar.

Segundo o último boletim divulgado pela Fundação Municipal de Saúde, no último dia 17, Rio Claro conta até o momento com 92 casos confirmados de dengue. “Este número foi divulgado há uma semana, hoje ele pode ser bem maior”, sinaliza a vereadora.

Em 2015, recorda-se a vereadora, Rio Claro teve de montar uma unidade denominada hospital da dengue devido ao surto da doença que atingiu mais de 15 mil pessoas. A seu ver, o quadro atual sinaliza para atenção especial por conta do alto risco da situação agravar-se em pouco tempo. “Defendo medidas emergenciais já, de todos. Não podemos ver novamente a nossa cidade sofrendo devido à epidemia”, completa.