- Saúde

Projeto de lei estimula a doação de sangue

A crônica falta de sangue nos bancos espalhados em todo o país tem criado riscos severos de perdas de vidas, e ao longo dos anos as diversas medidas e campanhas para estimular a doação não têm conduzido a resultados relevantes. No Banco de Sangue de Rio Claro esse quadro não é diferente.

Para alterar esta cena, o vereador Val Demarchi (DEM) apresentou Projeto de Lei que pretende isentar as taxas de concursos públicos no município de Rio Claro aos doadores de sangue.

​“Essa medida terá impacto financeiro mínimo ao cofres públicos, mas por outro lado, poderá resultar em um importante incremento no volume de captação de sangue e derivados e, até mesmo, na conscientização geral da importância dessa providência”, enfatizou Val ao defender seu projeto.

Os números no Brasil

Hoje, 16 a cada mil habitantes são doadores de sangue, no país. O percentual corresponde a 1,6% da população brasileira. Do total de doadores de sangue em 2017, 62% são do sexo masculino e 38% são do sexo feminino. Nos últimos anos, as taxas de doação de sangue apresentam-se estáveis, no Brasil.

O Ministério da Saúde avalia que essa estabilidade indica um processo de conscientização da população, mas, reforça que é necessário promover e fortalecer as ações que estimulam a doação voluntária para manutenção e aumento dos estoques de sangue.