- Homenagem, Notícias

Emoção e valorização marcam homenagem aos feirantes na Câmara Municipal

Incentivar e valorizar os feirantes. Estes dois pontos nortearam a solenidade de entrega de Medalha “Feirante do Ano” aos três profissionais que mais se destacaram no ano anterior. Foram eles: Pedro de Oliveira, Maria Turro Corrocher e Valdomiro Corocher. O vereador Julinho Lopes (Progressitas) é o autor da lei que presta esta justa homenagem àqueles que trabalham arduamente para oferecer produtos de qualidades aos clientes.


“Os feirantes desenvolvem há décadas um rico trabalho que passa de geração em geração. É preciso reconhecer e enfatizar as peculiaridades desta profissão. Eles não são apenas os vendedores. Por serem os produtores eles conhecem profundamente os produtos que estão comercializando, podendo oferecer mercadorias frescas e de extrema qualidade. Esta é uma das principais diferenças dos grandes supermercados e varejões. Além disso, os clientes acabam se tornando grandes amigos e a feira vira um agradável ponto de encontro”, enfatizou o parlamentar no Plenário.

Nas presenças do prefeito municipal João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria e do secretário de Agricultura Emilio Cerri, Julinho Lopes reforçou a solicitação dos feirantes sobre a construção de um banheiro na feira do São Benedito. “Este é um pleito antigo dos feirantes que chegam de madrugada e vão embora só à tarde. Além de incentivarmos que a população frequente às feiras é preciso oferecer a infraestrutura necessária”, ressaltou o vereador.

Prefeito e o secretário informaram que Rio Claro está investindo no homem do campo e que proporcionar mais infraestrutura é uma das diretrizes do governo. Diante desta afirmativa, o vereador Julinho Lopes reiterou a necessidade de mais divulgação das feiras para movimentar mais as feiras do município.
Os feirantes se emocionaram com a homenagem e agradeceram o vereador Julinho Lopes pela iniciativa. Destacaram a alegria e satisfação em ser feirante e mencionaram a família com um grande suporte para que tivessem sucesso durante todos esses anos.

Breve Histórico:

Os homenageados são de famílias tradicionais de feirantes; aprenderam desde criança todos os conhecimentos necessários para plantar e cultivar os produtos a fim de oferecer boas mercadorias aos clientes. Os três fazem parte do maior cinturão verde de Rio Claro no Bairro Cachoeirinha.

Maria Turro Corrocher há mais de 40 anos trabalha como feirante. É uma das profissionais mais antigas da Praça do São Benedito, onde atualmente comercializa folhas e verduras. Sua história como feirante teve início com o pai, com quem começou vendendo cereais.

Pedro de Oliveira também carrega na família os conhecimentos para cultivo de produtos. Comercializa verduras e legumes na Feira de São Benedito e Cervezão há mais de 35 anos e destaca que já tem clientela fixa de muitos anos e acredita que conhecer a mercadoria que vende é um dos segredos do bom negócio.

Valdomiro Corocher. Tem 78 anos, sendo que boa parte deles esteve à frente das bancas das feiras do São Benedito e Cervezão. Hoje, já não fica mais nos locais, dedicando-se exclusivamente ao sítio, onde cultiva todos os produtos comercializados. Ele conta que desde criança trabalhava no cultivo e venda dos produtos com o pai, Antonio Corocher e sente-se orgulhoso que os conhecimentos estão sendo transmitidos para toda a família.