- Ação Social, Notícias

Seminário mobiliza setores organizados para a valorização da vida em Rio Claro

O II Seminário – “Valorização à vida e prevenção ao suicídio” contou com a participação maciça de profissionais que atuam nas áreas da Saúde, Assistência Social e Educação, representantes de entidades e segmentos organizados da sociedade e demais interessados. Realizado na tarde desta sexta-feira (27) no Grupo Ginástico Rio-clarense, o evento foi promovido pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal em parceria com a Prefeitura de Rio Claro, contando com apoio do Instituto de Biociências da UNESP e do Centro de Valorização da Vida (CVV).

II Seminário – “Valorização à vida e prevenção ao suicídio” realizado no Grupo Ginástico Rio-clarense

A mesa de abertura dos trabalhos contou com a presença da secretária municipal da Saúde Maria Clélia Bauer, representando o prefeito Juninho da Padaria; do comandante do 37º BPMI Luis Roberto Moreira Filho; e dos vereadores Ney Paiva (DEM), Thiago Yamamoto (PSB) e Geraldo Voluntário (DEM), que integram a Comissão de Direitos Humanos.

Após as boas-vindas ao público participante e em breves considerações, os integrantes da mesa destacaram a importância de se abrir espaço para o assunto e promover atividades para informar e conscientizar a população sobre os cuidados que todos devem ter com sua saúde mental.

Na sequência, profissionais com especializados em psicologia, psiquiatria, pedagogia e psicopedagogia participaram de mesa redonda com palestras que abordaram quatro temas: “Identificação de risco para suicídio” – por Fernanda Carneiro Costa Messetti; “Nós do Desamparo: Indigência e Terminalidade” – por Edson Olivare de Castro; “Comportamento Autodestrutivo: Como Lidar” – por Mildren Lopes Wada Duque e “Rede de Atenção Psicossocial de Rio Claro” – por Cristiane Aparecida de Godoy Gava.

A mesa composta pela secretária municipal da Saúde Maria Clélia Bauer, representando o prefeito Juninho da Padaria; do comandante do 37º BPMI Luis Roberto Moreira Filho; e dos vereadores Ney Paiva (DEM), Thiago Yamamoto (PSB) e Geraldo Voluntário (DEM), que integram a Comissão de Direitos Humanos.

Encerradas as palestras, foi realizada a formação de grupos de trabalhos para elaboração e apresentação de propostas de políticas públicas de valorização à vida e prevenção ao suicídio no município.

A realização do seminário marca o Setembro Amarelo, que é o mês dedicado a prevenção do suicídio e valorização da vida. Vale lembrar que no Brasil 11 mil pessoas tiram a própria vida por ano, sendo o suicídio a quarta maior causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos. Os números atestam que a informação e prevenção são essenciais, por se tratar de um problema de saúde pública com crescente número de vítimas em todo país.