- Ação Parlamentar, Notícias

Rio Claro busca apoio em Brasília para implantar Centro de Radioterapia

Amenizar a agonia e preocupação de pacientes que necessitam tratamento oncológico para sobreviver. Nesta luta pela vida, cada dia surge como um novo desafio a ser superado. Atenta as dificuldades enfrentadas por essas pessoas a Câmara de Rio Claro através dos vereadores Ney Paiva e Seron do Proerd, ambos do Democratas, intensificam contatos e unem esforços para que o município possa contar com Centro de Radioterapia.

Reunião no Palácio do Planalto sobre a implantação do Centro de Radioterapia

O tema ganhou força através de Ney Paiva no Plenário do Legislativo em sessão ordinária e conta com apoio de Seron do Proerd. O vereador pontuou as dificuldades de pacientes e seus familiares a partir da demora no agendamento. “Quem está lutando para sobreviver precisa ser atendido com urgência. Esse drama afeta toda a família. O medo de perder o ente querido é crescente. Precisamos de apoio para que o tratamento via radiologia possa ser feito em Rio Claro”, disse Ney Paiva.

Ciente de que o investimento para a implantação do Centro de Radioterapia no município é alto, Seron do Proerd esteve em Brasília nesta semana. O parlamentar participou de reunião no Palácio do Planalto com equipe técnica do presidente Jair Bolsonaro. A Assessoria Especial da Secretaria Executiva da Casa Civil da Presidência da República foi representada por Pedro Florêncio e Robson Crepaldi no encontro.

Para que a Câmara dos Deputados possa auxiliar neste processo, Seron do Proerd também solicitou a presença do deputado federal Guilherme Derrite representado na reunião pelo seu chefe de Gabinete Keynes Teixeira.

Na abertura, o assessor parlamentar Fred Martins apresentou projeto com as especificações técnicas do Centro de Radioterapia. Expôs aos presentes que através de parceria com a Santa Casa de Misericórdia o custo de implantação pode reduzir em até 50%.

Em sua fala, Seron do Proerd ratificou a fala de Ney Paiva ao apresentar números que comprovam o drama dos pacientes oncológicos. De acordo com o vereador, sem ter condições de realizar o tratamento radioterápico, Rio Claro está na fila de espera. “Nossos pacientes convivem com incertezas. Não sabem a data que será confirmada a sessão e quando superam essa barreira, após mais de dois meses de espera são obrigados a se deslocarem para outras cidades. Precisamos da ajuda do Governo e do Congresso Nacional para reverter este quadro extremamente preocupante”, pontuou Seron.

O Centro de Radioterapia, sinalizou o vereador em Brasília, vai atender toda a região que além dos pacientes de Rio Claro conta com os de Santa Gertrudes, Corumbataí, Ipeúna, Itirapina, Analândia, Charqueada, Cordeirópolis e Araras. “Rio Claro, infelizmente, está em uma das regiões mais poluídas do país por conta da proximidade do polo cerâmico situado em Santa Gertrudes”, lamentou Seron ao salientar que seu discurso tem como base estudos divulgados pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, a Cetesb.

Ciente da gravidade da situação apresentada, técnicos da Presidência da República fizeram os encaminhamentos necessários para que o assunto seja discutido com força pelo governo federal via o Ministério da Saúde. O gabinete do deputado Derrite também se colocou à disposição para que Rio Claro obtenha êxito na implantação do Centro de Radiologia. “É uma luta de todos. Estou aqui representando a minha cidade num tema tão difícil. O diagnóstico do câncer deixa o paciente e todos seus familiares muito abatidos. Cabe a nós buscar alternativas que possam amenizar esse sofrimento”, finalizou Seron do Proerd.